quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

O Resgatador Isaías 43:1-7



1. O Senhor resgata seu povo (1-2)

A - O Senhor formou Israel (v.1)

• Eles são obra de Deus, criados por Ele, com a finalidade de glorificar Seu nome. (ver 43:7) Ele os criou e não só isso, a ênfase é na formação de um povo de forma especial, e por mais distante que este povo esteja o Senhor está presente, e Ele não abandonará a obra das suas próprias mãos.

• Resgatar significava para o povo que um preço teria que ser pago pela liberdade, o Senhor promete então o pagamento deste preço, o povo está em aflição, mas Ele já diz "não temas por que Eu te remi" Israel é o povo resgatado por Deus, portanto pode dizer "tu és meu". Deus já tinha feito outros resgates por amor e misericórdia. (na terra do Egito; em outros cativeiros) Is 63:9 diz "Em toda a angústia deles, foi ele angustiado, e o Anjo da sua presença os salvou; pelo seu amor e pela sua compaixão, ele os remiu, os tomou e os conduziu todos os dias da antiguidade".

• Chamei-te pelo nome - esta expressão indica que eles são um povo exclusivo, distinto de outros, escolhidos por e para Ele: Os chamou através do nome, com isso Deus expressa sua vontade em relacionar-se com seu povo, Ele tem um interesse especial neles.

B - O Senhor lembra os feitos passados (v.2)

• O Senhor assegura seu povo que os livrará de todas as sua aflições, o paralelismo que existe no verso 2 enfatiza esta verdade:

Quando passares pelas águas, eu serei contigo;

Quando pelos rios, eles não te submergirão

Quando passares pelo fogo, não te queimarás,

Nem a chama arderá em ti.

Deus ainda lhes daria do Seu cuidado e bondade. Ele estaria presente com eles nas maiores dificuldades e perigos, quando as dificuldades fossem ameaçadoras Deus os livraria mesmo que fosse preciso atravessar águas profundas eles não iriam perecer. Poderiam eles serem lançados por seus perseguidores em uma fornalha, contudo, a chama não poderia queima-los. Vemos este livramento na preservação maravilhosa dos três jovens cativos da Babilônia, eles não se curvaram perante Nabucodonozor então Deus os livrou da fornalha, foram lançados dentro, porém, não se queimaram (Dn 3). Assim também, mesmo que Israel passasse pelo fogo, enquanto eles tiverem O Senhor Deus eles não precisam temer mal nenhum.

• Ao mesmo tempo que promete livramento, Deus apresenta para eles o que tinha feito no passado. As águas e o fogo representam simbolicamente os perigos que os exilados enfrentam ao regressarem para Jerusalém. A menção destes elementos provavelmente lembra aos israelitas o grande livramento de Deus através de Moisés, quando o povo passou a pé enxuto o mar vermelho (Êx 14:22), também quando passaram o rio Jordão liderados por Josué ( Js 3:17 ). Lembra também os ardores do deserto, Dt 32:10 (a alta temperatura no deserto pode ter causado várias queimaduras no povo). Estes livramentos do passado deve lembrar ao povo que o Senhor é poderoso para livrá-los do cativeiro babilônico em que eles se encontram.

2. O Senhor assegura proteção futura (3-4)

• Ele é o seu Deus, o Santo de Israel e pode dizer aos seus filhos "não temas nada no futuro porque Eu te remi" (v.1) "não temas por que eu sou contigo(v.5) no presente e trarei a salvação no futuro, "Eu sou teu Salvador", Deus livra agora e promete livrar sempre aqueles que andarem nos seus caminhos.

• O Senhor deixa claro ao povo que os comprou afetuosamente: "Eu dei o Egito por teu resgate" provavelmente Deus, através do profeta lembra ao povo que o Egito foi atacado por pragas, uma atrás da outra, que todos os seus primogênitos foram mortos e todos seus homens de guerra morreram afogados; e tudo isso para a libertação de Israel do cativeiro egípcio. Os Etíopes tinham invadido Israel no reinado de Asa, mas eles foram destruídos em vez de Israel ser escravizado.

• Deus os comprou, e os ama muito (v. 4), eles são preciosos e honrados aos olhos de Deus. Quando as forças de Senaqueribe que poderiam ser desviadas e cair sobre Israel, através da Providência divina atingiu o Egito, Etiópia, e Seba, então Deus entregou esses países a Israel, e mostrou quão precioso é o seu povo.

• Visto que o povo é tão precioso para Deus, Ele com certeza, satisfaria todos os interesses dos seus filhos, bastando para isso que o povo reconheça a grandeza e poder de Deus e se mantenha em obediência "Eu darei homens por ti, grandes homens, homens poderosos, e homens de guerra, e os povos pela tua vida". Serão sacrificadas nações somente para o bem-estar de seu povo.

3. Promete a salvação do remanescente (5-7)

• Os filhos de Israel se espalharam e se dispersaram em outras nações devido ao grande pecado que seu povo tinha cometido, chegaram a adorar deuses falsos, e deixaram de servir ao Seu criador, por isso Israel foi disperso, e se espalhou por várias nações, mas Deus através do Servo recolherá o seu povo, o restante de Israel que Deus tem separado para salvação (5-7). Alguns da semente de Israel estão espalhados em todos os países, leste, oeste, norte, e sul, ou em todas as partes do mundo, mas esses, a graça divina deverá alcançar por mais distante que esteja um do outro. O servo virá e salvará seu povo e fará isto como resposta a oração do Salmo 106:47 "Salva-nos Senhor nosso Deus, e congrega-nos de entre as nações, para que demos graças ao teu Santo Nome e nos gloriemos no teu louvor".

• Mas quem é o remanescente de Israel, e como serão juntos assim cuidadosamente? Aqueles a quem Deus escolheu por misericórdia e bondade, eles são chamados por seu nome; eles fazem profissão de fé, e são distintos do resto do mundo. Eles são criados para a sua glória; Eles são formados de acordo com a Palavra de Deus. Esses chamados pelo nome de Deus e foram criados por Sua graça e para Sua glória; e esses quem Deus criou e chamou serão recolhidos para Cristo e O reconhecerão como o cabeça deles.

• A base e a essência desta salvação consiste no desvio de Deus de Sua ira, Deus não lembra mais dos pecados, mediante o arrependimento do povo (43:25; 44:21-22). Nos capítulos que seguem (44 - 48) podemos ver um cumprimento parcial da salvação do povo, Ele usa Ciro um imperador pagão como instrumento dessa salvação, Ciro é descrito como "ungido de Deus" e "o homem a quem Ele amou" (45:1; 48:14). A Babilônia é destruída por Ciro (43:14; 46; 47; 48:14 ) Israel é libertado e seus filhos exilados são reunidos de todas as terras por onde foram dispersos e voltam a Canaã (43:8-21; 48:20).

• O profeta Isaías vê algo mais abrangente na salvação de Israel por Ciro, essa obra de livramento é descrita como uma nova criação, o profeta vê o futuro inteiro como uma unidade. A libertação de Israel do exílio é vista como o princípio da grande era de salvação, na qual todas as coisas serão feitas novas. E tudo isto para o louvor e glória de Deus.

IV - Aplicações práticas
• Muitas vezes cantamos esta passagem das escrituras em forma de corinho em nossas igrejas: Quando passares pelas águas, eu serei contigo; Quando pelos rios, eles não te submergirão, Quando passares pelo fogo, não te queimarás, Nem a chama arderá em ti. Vemos o grande livramento que Deus fez a Israel, achamos maravilhoso, mas em nossa vida prática parece que não confiamos muito no poder de Deus, sempre que vem os problemas reclamamos e não confiamos no Senhor. A maneira como Deus age hoje pode ser diferente, mas seu poder Salvador é o mesmo. Precisamos atentar para esses livramentos e promessas de Deus e confiar que Ele tem um propósito para nossas vidas.

• Considerar grandioso o fato de Deus dar o Egito por resgate do povo, sacrificar nações por amor de Israel é pequeno diante do fato que o amor de Deus foi manifesto a nós dando o seu próprio Filho em resgate por nós. (1Jo 4:10). O que são a Etiópia e Seba, todas suas vidas e todos seus tesouros, comparados com o sangue de Cristo? Nada. O sangue de Jesus purifica de uma vez por todas os pecados do povo de Deus (tanto de Israel como da igreja , só que com Israel Deus ainda vai voltar a tratar, hoje Deus tem remido pessoas para o corpo de Cristo que é a Igreja )

• Verdadeiros crentes são preciosos na visão de Deus; elas são suas jóias, o tesouro particular de Deus (Êx 19:5); Ele nos ama muito e quer ver seus filhos em obediência, visto que seu sacrifício por nós foi sem igual.

V - Conclusão


• O Senhor é conhecedor de todos os fatos históricos que cercam Seu povo, podemos ver como Ele fielmente tem guiado seu povo para seus caminhos, mas o povo tem se desviado. O número de milagres e livramentos que Deus operou é muito grande, mesmo assim, são poucos o que confiam plenamente no Senhor.

• O fato de Deus remir a Israel indica que ela teria que ser luz para as outras nações, isto é, os outros povos veriam os grandes feitos e temeriam e o testemunho de Israel os traria para os caminhos do Senhor. Um povo formado e criado por Deus como vemos no início e no final do texto (vv. 1 e 7) para sua glória e o seu louvor, mas não deram a glória devida ao Senhor, rejeitaram a Cristo, a salvação prometida, o messias prometido, e por enquanto estão longe do Senhor, mas uma vez, mesmo depois de tantos sinais, eles não creram.

• Precisamos então atentar para o fato de que se já cremos em Cristo, é necessário fazer brilhar a sua luz para as pessoas que nos cercam, isto é, devemos demonstrar aos irmãos e as pessoas que, seja qual for a dificuldade que se encontram podemos dizer: “não temas porque o Senhor Jesus Cristo nos remiu, nos chamou pelo nome, e disse que somos propriedade dele” ( 1 Pe 2:9).

Pr. Hamilton

6 comentários:

  1. otima palavra, Deus eu creio semple vai cuida do seu povo ,essa palavra mi ajudou muito que Deus abençoe o Pr.Amém

    ResponderExcluir
  2. E forte esta palavra vemos o quanto somos tão sem fé e sem confiança mesmo o senhor fazendo maravilhas para nós mesmo assim não confiamos que senhor pode muda a nossa história.

    ResponderExcluir
  3. E forte esta palavra vemos o quanto somos tão sem fé e sem confiança mesmo o senhor fazendo maravilhas para nós mesmo assim não confiamos que senhor pode muda a nossa história.

    ResponderExcluir
  4. Gostei da palavra e me fortificou obrigado meu Deus

    ResponderExcluir
  5. Gostei da palavra e me fortificou obrigado meu Deus

    ResponderExcluir
  6. euu amo este livro do profeta Isaías uma palavra muito forte

    ResponderExcluir